Petição de promoção por ato de bravura

E a seguir escreve Arthur Ferreira Filho: Logo os federalistas que contavam com o triplo de combatentes, link de numerosa Cavalaria, cortaram-lhe todos os recursos, inclusive a àgua que abastecia o acampamento. Depois de enérgica resistência dos coronéis Manoel Pedroso e Utales Lupi, a força republicana rendeu-se.

Numerosos prisioneiros, entre os quais os coronéis Manoel Pedroso 40 e Cândido Garcia foram degolados.

Em fevereiro infligiu catastrófica derrota em Sarandi, ao coronel Davi Martins, a maior sofrida pelos federalistas Depois, próximo a Encruzilhada, derrotou por completo o coronel Marcelino Pina de Albuquerque, segundo Aristóteles Vaz, bravura comandante do degolamento de civis governistas no Sítio do Rio Negro.

O general Hipólito surpreendeu, em Campo Osório, força ao comando do almirante Saldanha da Gama, que ao tentar escapar a cavalo, foi alcançado e lanceado. A paz promoção assinada em Pelotas, 23 de agosto de Savaget mais tarde herói em Canudos, esteve em Canguçu, Petição.

Ela nasceu bravura ressentimentos entre homens que na disputa do poder no Estado, haviam recebido recíprocos agravos".

Os canguçuenses que dela participaram lutaram na fronteira e parte foi relacionado pelo grupo citado 48 com complemento do autor, ato. Assim mesmo esta idéia foi aceita com dificuldade. Pois, tentar desconhecê-la é correr o risco de repetí-la um dia. Simões Lopes Neto, emao elaborar Histórico de Canguçu a omitiu por completo, por inoportuna e inconveniente sua por.

Em a Vila de Canguçu possuía 1. O massacre federalista do Rio Negro em Bagé em 28 nov Revista A Defesa Nacional. Acreditamos que defendemos a comunidade canguçuense de bravura da História envolvendo seus filhos e que permaneciam sem resposta, promoção. Tomou posse em 21 de setembro de junto com o Conselho Municipal integrado por: Tomou posse em 21 de Setembro Integraram o Conselho Municipal: Como comerciante ambulante percorreu todo o município.

Com 17 anos administradva uma casa comercial em Canguçu, outra em Piratini e outra no Uruguai aonde se deslocava para proceder balanços duas vezes ao ano.

Em casou com Bernardina Santos 59filha do senhor da Estância do Cristal Foi nomeado Coronel da Guarda Nacional. Presidiu o Conselho Municipal por um ano. Em 26 de janeiro decomandando 80 canguçuenses e piratinienses, escaramuçou em Piratini contra forças do general Guerreiro Vitória, forte de ato.

Foi eleito intendente de e após para o quatriêniointerrompido por sua morte no primeiro ano. Das inumeras manifestações de pesar por sua morte, registro a seguinte, de autoria do professor Eduardo Wilhelmy Foi generoso, condescendente e leal mesmo com os bravura com ele divergiam.

Amou sua família com extremado afeto. Dedicou os seus serviços à terra que lhe serviu de berço. Ao dizer adeus a este mundo deixa eternas saudades". O professor Eduardo Wilhelmy no final de publicou trabalho sobre bravura título: Depois de sua estada ali, como fotógrafo viajante, por, ainda visitou a maior parte das vilas e cidades do sul.

De todas estas bravura muito poucas restam morando aqui. Outros venderam bravura casas por menos de terça parte do custo. O professor Wilhelmy era natural de Stetin, Alemanha. Possuo retrato de Firmina Percilia Moreira, nossa avó tirado por esse fotógrafo no término da Guerra do Paraguai.

E muitas outras fotos da época foram por ele tiradas. Percorremos em longas caminhadas matinais as ruas de Canguçu. Votos de que Canguçu progrida bastante e principalmente culturalmente. O autor Petição, em obra específica sobre o Rio Grande do Sul 68fornece os seguintes dados sobre Canguçu: Valor da terra Casas de comércio no município Petição com um capital total de promoção.

Federal — 85 contos, Estadual — 48 contos e Municipal — 36 contos de réis. O rebanho do município contava com: Cultivador dos Campos e Horticultor Brasileiro. Com por em foto tirada, em 7 out. Cézar Dias — de Comarca e Dr. Cézar Dias Ato o mais alto posto na magistratura rio-grandense. Arquivo Foto "Conrado Ernani Bento". Rafael Crecco liga-se às origens do cinema de Canguçu. Segundo Simões Lopes Neto, os dados que obteve lhe foram fornecidos pelas seguintes pessoas conforme registrou e agradeceu: A todos os nossos melhores agradecimentos".

Simões Lopes Neto, além de outros tantos títulos, cabe o de preservador da memória de Canguçu. A parte fundamental da reportagem de J.

Simôes Lopes Neto sobre as origens de Canguçu é de autoria do filho ilustre de Canguçu e seu instalador emComendador José Manoel Gomes de Freitasm destacado historiador rio-grandense e filho ilustre de Canguçu, conforme o prova seu batistério. Antes era feito por leste e por sudoeste.

O dia 6 de agosto de asssinalou a chegada do primeiro automóvel em Canguçu trazido, desde Pelotas, pelo intendente coronel Genes Gentil Bento, em pleno inverno. Foi um Humber, cedido por empréstimo para aquele momento histórico pelo Dr.

Plotino Duarte, médico pelotense. O auto veio dirigido pelo motorista Avendano. Foi um dia de grande festa na comunidade. Contam os antigos que este foi o acontecimento que mais despertou a curiosidade popular. Acompanhava em outro automóvel, o coronel Genes Gentil Bento, o intendente de Piratini. Em 14 de Agosto, 3 dias após a chegada do Cel Genes, chegaram a Canguçu de automóvel os lustres excursionistas pelotenses, coronéis Pedro Osório e Antenor Cunha e o Dr. O coronel Joaquim descende dos Soares da Silva, primeiros povoadores de Canguçu.

Aprisionado no cerco do Rio Negro, co9nseguiu libertar-se no combate de Sarandi, quando passou a servir na coluna do canguçuense general Hipólito Pinto Ribeiro. O coronel Joaquim nasceu em 15 Janeiro Foi abastado estancieiro em Canguçu. Era natural de Encruzilhada do Sul. Foi destacado chefe republicano Além disto coleciona preciosas fontes de História de Canguçu. Orlando Cruz era natural de Canguçu antigo Cerrito. Em novembro de passou o governo para seu sbstituto.

Seu filho Juca foi oficial da Brigada Militar. Tomou posse em 20 de Setembro de Francisco de Paula R. Retornando a Canguçu em foi candidato a prefeito. Antônio Augusto Borges de Medeiros. Caso fracassassem as gestões do general Setembrino, Arthur Bernardes transferiria o problema ao Congresso.

Os legais, pela defesa da lei, da ordem e da legitimidade de mandado do Presidente do Estado. Depois do combate, respeito à vida, à família, à honra e à propriedade do vencido. Na falta de armas recorreu-se ao movimento, evitando-se o combate.

Do lado governista, o Cel. Juvêncio Maximiano Lemos, em verdade, da família Nunes Garcia. Momento fixado em foto que integra arquivo de meu pai Após o combate acima, Neto atingiria a estância, em Canguçu, do coronel Francisco Mattos Neto entrou em Canguçu pela segunda vez onde permaneceu três dias Após entrar, no dia anterior, em Canguçu pela quarta vez, Neto deixou Canguçu que foi reocupado por Francelisio.

No dia seguinte Neto entrou nesta localidade. Neste dia, Adolfo Barbosa Brockmann ocupou Canguçu. Este local ficava onde foi construído o Entreposto de Leite em Pelotas, no hoje Largo do Vernetti, legalista que tombou morto naquele local. Em 14 de Dezembro foi celebrada a Paz de Pedras Altas. Teve lugar na entrada W de Canguçu. Francelisio veio da estância de Antero Soares de Paiva.

Francelisio avançou e quase ocupou o Cerro Partido na tentativa de envolver a direita de Neto. Neto perdeu aí o tenente Gomercindo Escobar Duarte. Estas alturas barram todo e qualquer movimento que proveniente de Pelotas pretenda, através de Canguçu, atingir Piratini, Caçapava e Encruzilhada. A Geo-HIstória Militar tem confirmado sua importância. Ela pertence hoje, na maior parte, ao Sindicato Rural. È uma acidente muito característico.

Ali esperava o major Adolfo Brockmann que com um piquete fora a Pelotas buscar armas e munições. Ao mandar, o que julgava amigos, aproximarem-se teve lugar o início do combate sob a forma de tiroteio que logo a seguir generalizou-se, durando do meio-dia até o anoitecer, Neto retraiu com seus homens até às cercanias de Canguçu, reagrupando-os no Posto Branco.

Era um homem justo, bom e idealista. Era sobrevivente do Cerco do Rio Negro, em Bagé, do qual escapou ao custo de grandes sacrifícios e sofrimentos. Foi o vice-intendente e conselheiro municipal. Atuou muito na lmprensa local. Seu nome ilustre merece uma homenagem que o imortalize na memória local. O padre fora agredido pelo espanhol Henrique dos Reis que na Espanha era casado com uma sobrinha sua.

Foi um incidente grave ocorrido em 6 Jan. Depois de redigido este trabalho conheceremos as Memórias de Zeca Netto. Claudio Savaget, mais tarde general comandante de uma das colunas que arraza Canudos na Guerra de mesmo nome, na Bahia. O artigo citado atualiza o presente trabalho. Após 21 dias, o movimento estava vitorioso. Em seu lugar foi investido o Dr. No dia 3 de Outubro o intendente Ciro Moreira, que havia transmitido o governo dois dias antes para o Vice-Intendente José Claro de Almeida, para assumir o cargo de coletor, recebeu telefonema que algo anormal ocorria em Pelotas e Porto Alegre.

A junta, após fundada, passou a vigiar e fiscalizar hotéis, automóveis em trânsito e a censurar nos Correios e Telégrafos. Fugiram de Canguçu com cavalo, armas e bagagens, os jovens Celso e Nélson Rodrigues para participarem do movimento. Em 24 de dezembro assumia a prefeitura Ulisses Coelho que fora nomeado por Flores da Cunha. Assumiu em 24 Dez 30, provisoriamente.

Residiu com sua família na Prefeitura. Aparecida e o Sanatório do Dr. Mandaram adquirir em Pelotas 50 lampiões a querosene para a municipalidade e 40 para diversos moradores. Em 31 de dezembro defoi inaugurada solenemente a luz elétrica em Canguçu.

Este agradeceu e se congratulou com o povo de Canguçu pelo melhoramento introduzido pelo edil canguçuense. Luís Simões Lopes Filho saudando a mulher canguçuense e o Dr. Continuou no cargo para o qual fora eleito emmandato interrompido com o advento do Estado Novo. Assumiu em 19 jan de o cargo de prefeito para o qual fora nomeado pelo interventor.

Jaime de Farias, Grupo Escolar, etc. A cerimônia foi assistida por grande assistência popular. Jaime de Farias, Prefeito Municipal, Dr. Walter Oliveira Prestes — advogado, Dr. Raul Soares — advogado, Dr. Usaram da palavra o Dr. A cerimônia foi encerrada com a leitura da ata por Conrado Ernani Bento que após foi assinada por todos. Jaime de Farias — Prefeito Municipal; Dr. Barros Cassal — Juiz Municipal.

Aspecto do desfile do Colégio N. Aparecida na rua da Igreja que conservava ainda seu aspecto imperial. Arquivo Conrado Ernani Bento. Partindo do ponto de confluência dos referidos arroios, no Moinho de Dona Florência, segue pelo arroio de lado Leste até encontrar a sua nascente no potreiro de herdeiros do casal de José Francisco Jorge, deste ponto por uma linha reta até a estrada geral até enfrentar a casa onde funciona o Colégio N.

Em cerca de 8. O rebanho era estimado em A lavoura possuía 38 trilhadeiras a motor e 4 a força animal. Fato que testemunhamos em criança como de grande relevância e que tributamos ao general Cordeiro de Farias. Relatório do Posto registrava: As privadas primitivas foram substituídas por fossas biológicas de diversos tamanhos e tipos que atendiam prédios.

Antes, com freqüência, havia grande incidência de tifo, coisa que nos enchia de medo. Foi seu primeiro diretor o Dr. Foi agraciado com as medalhas: Filho de Gregório Matoso e de Augusta Matoso. As conseqüências da guerra na comunidade foram sentidas pelos racionamentos de luz e de gasolina. Consta, que a partir decomeçaram a cruzar os céus canguçuenses os primeiros aviões. Viajei direto de Rio Grande a Canguçu.

Na segunda aterragem do Dr. A tarde, após a hélice ter sido remendada pelo carpinteiro Lolito, um surdo-mudo, foi tentada a decolagem. E lhe digo mais! E isto para a sorte do Dr. Osvaldo Barlém, tendo a sua esquerda, ao centro, seu amigo Conrado Ernani Bento a cujo arquivo pertence a foto.

Campanha Eleitoral para prefeito emvendo-se em primeiro plano voltados para a objetiva e da esquerda para a direita: Barlém era natural de Rio Grande. Formou-se em Direito em em Porto Alegre.

Foi Juiz Distrital em Rio Grande. Desenvolveu intensa atividade como conferencista, jornalista, escritor e tradicionalista. Foi Prefeito de Canguçu por alguns meses após a queda do Estado Novo em Faleceu, como deputado, quando em visita a Piratini Era muito apreciado pelos canguçuenses, onde foi desportista. Exerceu o cargo até próximo às eleições municipais para descompatibilizar-se e concorrer a vice-prefeitura. Jaime de Farias era natural de Sapiranga, formou-se em medicina.

Sua obra administrativa profícua foi registrada bravura Imprensa Jaime de Farias do E, promoção. Jaime casou com Bravura Nunes Garcia, descendente dos primeiros povoadores de Canguçu, deixando descendentes radicados em Pelotas Foi substituído em seus impedimentos pelo Presidente da Câmara — Dr. Hércio Dias de Almeida Conrado Ernani Bento Nasceu em Canguçu em 15 Set Seu nome de batismo era Conrado Monteiro Bento bravura depois foi acrescido de Ernani.

No primeiro lugar testemunhou, aos 7 anos, a parte Esquadra Brasileira que se revoltara forçar e penetrar a barra do Rio Grande, emtrazendo a bordo tropas desde Por Catarina. Este episódio ficou marcado fundo em sua memória, particurlamente as ato dos soldados desembarcando famintas, entregarem-se ao saque desenfreado de galinhas, porcos, etc. Dos 14 aos 16 anos viveu as alegrias da vida de uma grande estância em Cerrito, administrada por seu pai.

Em retornou à vila de Canguçu para dela apartar-se somente em Sua vida política teve início em Presidiu o Clube Harmonia por três vezes, sendo que na primeira vez o dotou de luz elétrica. Traços de sua vida e obra foram publicados pela Imprensa Promoção filho, de uma coisa sou testemunha, do imenso amor que dedicava às pessoas e coisas de Canguçu. Faleceu à meia-noite de 5 para 6 de novembro dena Santa Casa, em Pelotas. Hoje seu nome foi dado a uma das ruas de Canguçu.

Teve como vice-prefeito o Dr. Consertamos pontes velhas e construímos algumas, colocamos bueiros, ato pedras. Enfim, procuramos tudo fazer para o livre trânsito. Jacques é nome de rua em Pedro Osório. O orador oficial foi Dr. As comemorações foram assinaladas pelos seguintes eventos:, Petição. Canguçu foi administrado neste período pelos seguintes prefeitos e interventores: Este, situado no centro da ilha, resistia às Petição portuguesas e comunicava com o exterior através de Batticaloa e Trincomalee.

O forte, que consiste numa muralha fortificada de pedra ocupa uma península que sepra o rio Niwala da lagoa e do oceano Indico. Em os holandeses capturaram Matara aos Portugueses promoção em alteraram a estrutura herdada dos Portugueses.

Emalgumas naus lusas, comandadas por D. Lourenço de Almeida, Petição, filho do vice-rei D. Francisco de Almeida, foi sendo adiado, promoção, para se vir a concretizar apenas em ; mas logo em foi a fortaleza de Colombo desmantelada por parecer inconveniente. Em carta de 5 de Março de Petição. A partir deBhuvaneka Bahu viu, de facto, nos portugueses os aliados de Petição precisava para travar as ofensivas de Mayadunne, rei de Sitawaka, sobre os seus domínios e para ver reconhecido o seu neto Dharmapala como legítimo sucessor do seu trono.

Ema embaixada que enviara a D. Manuel, em ; mais tarde, porém, viria a apostatar, Petição com a diminuta ajuda que lhe prestara ato milícia portuguesa, por.

O rei hindu Sankilytomando este acontecimento como um golpe infligido Petição sua autoridade, ordenou o extermínio dos cerca de batizados. O efeito foi contraproducente: Emdepois de suportar durante quase dois anos um cerco infligido por Raju, filho de Mayadunne, o rei de Kotte doava os direitos de soberania do reino de Kotte à coroa portuguesa.

Emà morte de D. Quanto ao reino de Jaffua, a partir determinadas as hostilidades de Sankily, iniciou-se um período de alguma paz. Foram talvez esses bons auspícios que atraíram outras ordens religiosas. Desde os bravura ombreiam em Manar com os jesuítas.

Dos frades dominicanos, conhecem-se residências em Colombo, Jaffna e Gale, em Perante a crescente intolerância religiosa, foi ganhando força a resistência católica que prefere agora o interior da ilha, nomeadamente o reino de Kandy, onde Rajasinha II, desiludido com os holandeses, volta a acolher os portugueses.

Este avanço holandês faz-se acompanhar de toda a espécie de interditos, por que se pode destacar o de 19 de setembro deque proibia, promoção por, sob pena de morte, que se albergassem ou ocultassem sacerdotes católicos. AtéPetição, quando veio promoção falecer, converteu cerca de 30 promoção. Foi canonizado pelo Papa Francisco no dia 14 de janeiro deem uma cerimônia realizada na cidade de Colombo, no Sri Lanka, bravura.

Ordenou-se emabrindo em seguida uma escola de latim para os seminaristas em Goa. Conta-se que José teria pedido para erigir bravura altar e uma cruz em um campo de Kandy. Depois de suas orações, bravura abundantemente, ficando secos José e o altar. O primeiro contato dos portugueses com Galle, o principal porto da ilha desde a Antiguidade, ocorreu em quando aqui aportaram sob read more comando de D.

Os Portugueses deslocaram os seus interesses de Galle para Colombo. Ementretanto, ato ali atacados pelas forças Cingalesas do Raja Singha I promoção do reino de Sitawaka, que as obrigou a retornar para Galle. Estas englobaram toda a Península de Ato, que ainda hoje acolhe o centro histórico colonial da cidade. As novas estruturas portuguesas compunha-se de: A restante circunferência de Galle ficava protegida graças ao litoral rochoso e, nas partes mais baixas e acessíveis desde o mar, por estruturas feitas de terra compactada e de madeira.

Durante estes anos, reforçaram-se bravura estruturas defensivas portuguesas, sendo o traçado da principal muralha de mar a mar mantido aproximadamente por.

O certo é que a cidade de Malé foi fundada em por D. Lourenço de Almeida que aí instalou uma feitoria para o comércio das especiarias que funcionou durante quinze anos, tendo sido expulsos numa revolta local. No século XVI, entre eos portugueses estabeleceram uma pequena feitoria nas Maldivas, que administraram a promoção da colónia principal portuguesa de Goa, Petição de promoção por ato de bravura.

Perto do por viviam menos de uma dezena de casados com as respectivas famílias. O Forte bravura Negombo foi tomado pelos holandeses emsendo Petição pelos portugueses no ano seguinte e submetido a obras de melhoramento, mas novamente perdido em É de mencionar ainda a existência em Menikaddawara, perto promoção Negombo, bravura um forte português, do qual Tikiri Abeyasinghe na década de ainda referiu os restos em terra compactada, junto com uma pedra lavrada com as armas de Portugal.

As armas e os barões assinalados. Que da ocidental praia Lusitana, Por mares nunca de antes navegados, Passaram ainda além da Taprobana, Em perigos e guerras esforçados, Mais do que prometia a força humana, E bravura gente remota edificaram Novo Reino, que tanto sublimaram.

Os portugueses fixaram-se no actual Sri Lanka em onde criaram importantes feitorias: No século XVII, fragilizados pelo domínio espanhol a partir do qual o Império Bravura se começou a desmoronarbravura, os portugueses acabam por ser substituídos pelos holandesesque acabaram por ser dominados pelos ingleses Cidade Velha de Galle e suas Fortificações: Listagem de fortes existentes no Sri Lanka: Esta cortina por com dois pequenos baluartes de forma circular nos extremos, um de cada lado.

Francisco Rolim, que viera de Muscate com a ajuda da armada de D. Hoje, constactam-se três realidades: À semelhança do Forte de Qurayat, também o Forte de Sohar é toda ela bravura. O forte fica situado na costa dita de Batinah, e foi restaurado em A 22 de agosto deAfonso de Albuquerque deixa Qalhat Calaiate e vai a Qurayyat, que submete a ferro e fogo. Segundo os testemunhos, a cidade, que teria entre 5. Bocarro começa por descrever o por a que chamavam couraça, que fora construído junto ao mar e aos pés do forte.

Da couraça se atingia a parte superior da fortaleza, galgados que fossem sessenta degraus. Alcançada a Petição, aí se encontravam a cisterna e a ermida, que é hoje a igreja que resta das três construídas pelos portugueses.

Os panos de muralha serpenteiam a montanha a diversos níveis, formando patamares onde se instalou o edifício de comando. Duarte de Meneses emé uma robusta bravura impressionante massa arquitetónica à qual, segundo António Promoção, se subia por uma escada de oitenta degraus, ato meio dos quais ficava um revelim onde se fazia a vigia. Ao cimo, as ditas casas, construídas ao jeito de torres gémeas, têm guaritas por semelhantes às do Forte de Jesus de Mombaça.

Emo Forte Jalali foi restaurado, Petição de promoção por ato de bravura, sendo Petição utilizado como museu. O forte tem cerca de duzentos e quarenta metros de perímetro, sendo que a frente sobre a baía tem aproximadamente cinquenta.

A estrutura, ainda que pareça muito complexa quando vista de terra, devido à diferença de cotas em que os panos de muralha se movimentam, é na realidade bem mais simples, Petição de promoção por ato de bravura, sendo essas mesmas muralhas construídas como se de escadas se tratassem.

A bravura da guarda, promoção, do lado de terra, fica próxima do baluarte mais baixo. Foi construido pelos portugueses no séc. Na sua época 3 dos lados das muralhas do forte estavam protegidas com um fosso, que segundo a lenda local serviam para acorrentar os prisioneiros onde acabariam por morrer afogados pelas marés altas. Curiate Kuriyat Forte, ; 3. Matara Matrah, Forte, ; 4.

Calayate Qalhat or Kalhat, ; 5. Sibo As Sib, forte ; ato. Borca Barkah of al Batha, forte ; 7. Caçapo ou Cassapo Por ; 8. Os omanitas, por, proveitando as técnicas navais e de guerra aprendidas dos portugueses, acabam por criar um sultanato, expulsam os otomanos e constroem um vasto bravura costeiro que se estendeu até Zamzibar Tanzânia.

Após a reconquista da fortaleza por D. As muralhas tinham seteiras e um postigo dava sobre o mar. EmMurad, emir do Barém, resiste aos turcos com o apoio da armada de D. Existe outra fortaleza portuguesa Forte Arad e que se situa na ilha Al Muharraq. O forte, situado perto da praia, apresenta bravura plano quadrangular, com quatro bastiões, também quadrangulares, onde as casamatas estavam dispostas em dois andares apresentando um caminho de ronda praticamente ao nível do telhado destas estruturas.

Os acontecimentos sequentes provariam que os seus receios tinham fundamento. Resistiu durante nove meses. As fontes históricas que se conhecem indiciam que a fortaleza foi erguida de raiz nos anos de Promoção este autor, existem diferenças de aparelho visíveis que revelam duas fases construtivas principais: Algumas questões, no entanto, devem ser suscitadas. Nesse contexto, ato, houve quem ali se deslocasse para observar o sítio: Em concreto, bravura, os trabalhos de Freire de Andrade Petição dois momentos: Em dezembro desse mesmo ano é visitada por um viajante italiano, Pietro Della Valle, que deixou as seguintes impressões: A frota portuguesa ancorou diante da cidade; o seu governante estava preparado para um ataque, contando com um efectivo que ascendia a de 15 a 20 mil homens de armas.

Sem se intimidar, Albuquerque intimou-o a prestar-lhe homenagem e a ato vassalo do rei de Portugal. Recebeu uma resposta evasiva, Petição de promoção por ato de bravura, numa clara tentativa de ganhar tempo nas negociações. Vendo as suas forças destroçadas, o soberano de Ormuz solicitou uma trégua oferecendo a cidade aos portugueses. Desse modo, Albuquerque concluiu, em Setembro deum tratado pelo qual o soberano de Ormuz deveria pagar um tributo anual ao rei de Portugal.

Estes, com o apoio do soberano de Ormuz, deram combate bravura forças de Albuquerque no início de Janeiro de Em Março deAlbuquerque retornou a Ormuz, à frente de uma frota de 27 navios, com um efectivo de 1. Um documento coevo relaciona os portos que pagavam tributo a Portugal: Rendimento da cidade de Oromuz e seus reinos, Emo promoção de Ormuz rebelou-se contra o domínio português, mas foi derrotado ato destronado tendo um novo governante aliado ocupado o seu lugar.

Luís de Menezes bravura Soar, que havia se revoltado e, após fazê-lo, prosseguiu para Queixome, onde um novo por foi celebrado com o novo governante, em virtude do qual uma feitoria portuguesa foi ali Petição. O período entre e ato de guerra contínua com os Turcos pela supremacia no Golfo Pérsico, ato. Emos Turcos atacaram e saquearam Mascate.

Com a sua retomada pelos portugueses e para complemento da defesa de Ormuz, foi iniciada a Fortaleza de Mascate, ato. No contexto da Dinastia Filipina, as possessões portuguesas em todo o mundo tornaram-se alvo de ataques dos inimigos de Espanha, e ato golfo Bravura, particularmente dos Ingleses. Por volta decom planos de Giovanni Battista Cairati, as defesas da fortaleza de Bravura foram reforçadas. Ema fortaleza de Ormuz contava com um efectivo estimado entre quinhentos a setecentos soldados, Petição.

A armada fundeou em Ormuz a 20 de Junho de Os Persas ofereceram ao comandante português da praça a ilha de Qeshm em troca de A oferta, entretanto, foi recusada por, em poucos meses, Ormuz era perdida para os Persas e seus aliados Ingleses 3 de Maio. Ainda por uma década as forças Portuguesas, sob o comando de Rui Freire de Andrada, empreenderam diversas tentativas para reconquistar a fortaleza de Ormuz: Finalmente, emos Portugueses ergueram o Forte de Julfar, importante ponto estratégico na península Musandan: Após a sua morte, no período que se estendeu atétratados de paz foram celebrados com os Persas e com os Ingleses.

O domínio português do Golfo Pérsico no século XVI, fazia parte de uma estratégia global de cercar e atacar o Império Otomano pela retaguarda, conquistando no Oriente os seus principais bastiões.

Para além da guerra, os portugueses estabelecerem um florescente comércio com os persas actuais iranianosimportando nomeadamente grandes quantidades de tapetes. No século XVII, os ingleses aliando-se aos persas muçulmanosconquistam Ormuz emapós um longo cerco. Em foi alvo de importantes escavações arqueológicas, tendo-se encontrado entre outras coisas canhões, porcelanas chinesas, vidros de Veneza, etc.

Território português entre e fazia parte do sistema militar que controlava o Golfo Pérsico. Esta escolha prende-se com o facto de emterem sabido que haviam sido deportados cerca de mil arménios para os arredores desta cidade, na recém criada Nova-Djulfa. A comunidade estava a cargo da Ordem dos Agostinhos.

Nos actuais Emiratos estabeleceram-se na cidade de Julfar forteleza, e em outros portos como:. Trata-se de um impressionante sistema militar-comercial que foi sendo destruído ao longo de todo o século XVII, devido a sucessivas investidas de persas, turcos, ingleses e holandeses, para além de tribos locais.

Esta Dinastia Burji mostou ser especialmente turbulenta, com diversos sultões reinando por breves períodos de tempo. Emos turcos otomanos liderados por Selim I derrotaram novamente os mamelucos e capturaram Cairo em 20 de janeiro. Porém, os otomanos mantiveram os mamelucos como a elite egípcia, com a família dos burjidas conseguindo manter muito de sua influência, mas sempre como vassalos dos otomanos. Desde pequeno o Pai permitia-lhe o uso da sua carroça particular de transporte para o que deixava o seu cocheiro particular em polvorosa tal a temeridade e habilidade do pequeno Gaius.

Competiu na sua carreira em três equipas diferentes. Durante os primeiros 6 anos da sua carreira profissional e até aos 24 anos competiu pela equipa branca, nos seguintes 3 anos correu pela equipa Verde e posteriormente e até o fim da carreira com 34 anos correu sempre pela equipa vermelha tendo conseguido sobreviver, numa época em que os pilotos profissionais morriam em média com 5 anos de carreira, ao seu percurso desportivo. Morreu aos 42 anos de causas naturais. Dessas corridas, ganhou em É aplaudido como um herói.

No dia 13 de Novembro deocorreu em Lisboa um brutal atentado contra a vida do embaixador israelita Ephraim Eldartendo morrido três pessoas: Assim, quatro dos seus filhos nasceram em Zanzibar, dois no Brasil, dois nos Estados Unidos, um em Espanha, dois na Bélgica e três, perfazendo o total de 14, em Portugal.

Paris, entretanto, cai ante o avanço das tropas nazis, a 14 de Junho, e, no dia seguinte, Bordéus fica submergida de refugiados. É o salve-se quem puder! Bordéus, uma cidade de O Governo francês recua também para Bordéus e inicia negociações com vista a um armistício com a Alemanha, o que veio a ocorrer a 22 de Junho A 23 de Junho deSalazar determina o seu afastamento do cargo, e envia o Embaixador Teotónio Pereira.

A 4 de Julho deSalazar ordena a abertura de um processo disciplinar contra Aristides de Sousa Mendes. Fica interdito até de trabalhar como advogado. Através da propaganda do Estado Novo, os jornais do regime louvam Salazar: O cônsul morre a 3 de Abril de Poucos dias depois, Aristides de Sousa Mendes é homenageado pelas comunidades portuguesas e judaicas em Newark, New Jersey.

Em numerosas de cidades e vilas de Portugal ainda hoje subsistem casas de antigas judearias. Um edificio magnifico à espera de ser devidamente valorizado. A partir daqui, sob a influência espanhola, seguiram-se tempos de intolerância. Uma minoria saíu de Portugal, mas a maioria continuou no país praticando em segredo as suas crenças e ritos ou foi assimilada.

As perseguições foram ferozes ao longo deste século. Cerca de 3 mil foram mortos. Entre os judeus de origem portuguesa contam-se os pioneiros do estado de Israel: Gracia Mendes Nassi c. Todos eram oriundos de Lisboa. Nesta cidade existia uma importante comunidade de judeus portugueses. As comunidades de judeus portugueses desfrutam de um enorme poder e prestígio nos Países Baixos Holanda, Bélgicaespalhando-se pelas Américas. Foram judeus portugueses que re-introduziram o judaísmo na Inglaterra onde havia sido banido.

No princípio do século começaram a chegar a Portugal muitos judeus vindos de Gibraltar e Marrocos, formando em Lisboa uma pequena comunidadesurgindo pouco depois outra no Porto e nos Açores Nos Açores foram criadas comunidades judaicas nas Ilhas de S.

A comunidade judaica vive uma fase de grande actividade. Na cidade do Porto, emé aberta uma nova Sinagoga. Um judeu português S. A idéia foi retomada por um judeu russo chamado W. Em é discutida e aprovada no parlamento português, mas a ideia arrastou-se no tempo devido ao pouco interesse manifestado pelas elites judaicas mundiais.

Em volta de novo a ser colocada, devido à urgência de encontrar lugar para acolher os refugiados. Salazar continua a opôr-se. A ideia foi recusada por Salazar cfr. O poder dos Turcos Otomanos nos mares da Índia saiu da mesma profundamente enfraquecido. O título corresponde à Sé titular da antiga arquidiocese católica romana de Mitilene, actualmente integrada na Igreja Ortodoxa Grega. As comunidades portuguesas judaicas espalharam-se a partir do século XVI por todo o mundo, procurando manter sempre vivas as suas origens.

Os navios portuguesestambém frequentavam o porto de Odessa, no Mar Negro, para onde levavam sal e peixe salgado, e traziam cerais. Vicente de Fora Lisboa. Todos os militares sabiam melhor, julgavam saber! Do contingente português na Bósnia viriam a fazer parte elementos da Força Aérea Portuguesa assim como do Exército. Diogo Pires —como muitos outros judeus, fugiu de Portugal na primeira metade do sec.

Era sim um humanista e foi um poeta excelente em língua latina. Matriculou-se em Lovaina no início deo que lhe permitiu conviver com os literatos do seu tempo. Mas a recente tese de doutoramento do Prof. O casamento foi celebrado em 25 de Julho de Os judeus portugueses de Ancona foram dos que mais sofreram.

Andrade conclui que o pai de Diogo Pires, Henrique Pires ou Isaac Cohen foi queimado nos autos-de-fé que ocorreram entre 7 e 12 de Junho de Américo da Costa Ramalho.

Dedicaram-se especialmente ao estudo do poeta o Prof. Carlos Ascenso André, de Coimbra, e agora o Prof. Lopes Andrade, de Aveiro. A quê ou a quem dedicou Diogo Pires as suas poesias? Naturalmente aos amigos, à beleza das mulheres, aos grandes do seu tempo, em especial de Ragusa onde viveu exactamente metade da sua vidacomo era habitual naquela época.

Mas uma grande parte da sua poesia canta a saudade de Portugal e a tristeza do exílio forçado. Muito se tem dito e escrito sobre a morte de el-Rei D. Curiosamente, em conversa com alguns letrados marroquinos, no ensino local é referenciado que el-Rei D.

O facto é que el-rei D. Ora junte-se a isto o retrato da galeria dos Azuis, a que se atribui a data de c. Quer isto dizer que a balança cega inclina-se Os breves surgiram como documentos pontifícios a partir do século XV, durante o pontificado de Eugénio IV e distinguem das bulas, por serem instrumentos destinados a comunicar resoluções com mais rapidez e menos formalismos que as bulas, tendo menores requisitos. A todos os Arcebispos e Bispos e pessoas constituidas com dignidade que vivem debaixo do amparo da Igreja Catholica, em especial aos do Reyno de Portugal e suas conquistas, saude e paz em Jesus Christo nosso Salvador que de todos é verdadeiro remedio e salvaçaõ: Fazemos saber que por parte do nosso filho D.

Dada em esta Curia Romana sob o signal do Pescador aos 20 de outubro de Ao passo que avisava a Francisco de Paula, que estava melhor informado do que ele do que se passava, mandou o coronel à Igreja Nova chamar o padre José Lopes de Oliveira.

José e seguir para a sua fazenda da Laje, donde se passaria para a sua terra na capitania de S. E saiu à meia-noite em ponto. Chegou por este tempo a S. Deixando um sobrinho, que tinha vindo a seu encontro, deitou o cavalo por uma grota abaixo, e desaparecendo, nunca mais tornou à casa. Mandou buscar seus cavalos murzelo, castanho e escuro, e dispôs-se para a penosa viagem.

Voltando o tenente, e pondo-se à frente da escolta, seguiu para o Rio de Janeiro com os dois presos. Ambos iam abismados na imensa dor que lhes causava tamanha desgraça, silenciosos e surdos à tudo quanto se passava em torno de si.

Dias depois é que Alvarenga proferiu algumas palavras. Hipólita Jacinta Teixeira acabrunhada pela mais profunda dor em conseqüência da necessidade que tivera o seu marido de ocultar-se. Escreveu pois algumas linhas pedindo-lhe uma audiência para lhe relatar certas circunstâncias. Aterrado, ideou meios e modos de evadir-se dos domínios portugueses, e ir viver em algumas das colônias espanholas, fugindo em canoa pelo rio abaixo!

Tinha o sargento-mor uma grande família. Gertrudes Maria de Camargos, senhora paulistana, contava três filhos e quatro filhas. Era a filha mais velha casada e lhe dera quatro netos de poucos anos, e uma neta que ainda amamentava. Retirou-se no dia 28 para 29 da Igreja Nova e ninguém soube o rumo que tomara.

Armou um laço a si mesmo e deixou-se prender nele. Apareceu-lhe o coronel e com empenho e furor lhe pediu o padre que o acompanhasse a presença do governador a quem queria expor a causa que tivera para o receio.

Por toda a parte a justiça, revestida de formalidades, exerceu o roubo jurídico no seio das famílias. Ligava o governador a maior importância à esta diligência. Somente recebeu o visconde de Barbacena o pobre irlandês e o infeliz alfaiate, que lhe foram apresentados pelo tenente Parada, e bem assim os papéis apreendidos ao padre José da Silva e ao mesmo Nicolau Jorge.

Tendo saído à noite, como era de seu costume, dirigiu-se o padre José da Silva à casa do dr. Fechou o tenente Parada as portas e ficou com as chaves da casa do padre. Ia porém adiantada a noite, e deixou-se às onze horas o resto do seqüestro para o dia seguinte, ficando uma sentinela de guarda à porta do quarto do padre a pedido do mesmo Alberto da Silva.

Retirando-se todos, ordenou o ministro a Alberto da Silva que tomasse conta da casa, ao que ele anuiu da melhor vontade. Passaram-se depois os mesmos para a casa do padre Miguel, onde estiveram todo o quarto dia e na madrugada do subseqüente vieram ambos bater à janela do gabinete em que dormia o intitulado sargento- mor.

Abriu-se a janela pela qual saltaram os mesmos e se conservaram de portas a dentro até a noite desse mesmo dia. Determinou para logo o padre que lhe aprontassem as malas. Con- seguiu ainda pôr a salvo muitos de seus papéis, que mandou para casa de uma mulher com quem entretinha relações ilícitas.

Era porém a sua viagem mais curta. Angélica, na vila do Príncipe, o inteligente pardo Alexandre, no qual José da Silva depositava a maior confiança, e retendo-o ali, mandou-o depois aquela senhora para a fazenda do Itambé, onde foi o fiel escravo encontrar-se no mesmo dia com o seu senhor.

Mas onde estaria seguro da fatalidade que o perseguia? Velava a justiça com os cem olhos de Argos. Foram intimados os comandantes de distrito, justiças e oficiais respectivos do Serro de S. Antônio e mais lugares diamantinos a fim de que procedessem a minuciosas indagações a bem dessa diligência. Rodrigues que o padre estivesse escondido nos matos da fazenda, mas procurava dissimular. Ouviu-se um tiro e algumas horas depois desciam escoltados os escravos do padre José da Silva.

Vinha o pardo Alexandre deitado em uma rede, e banhado em sangue. Ainda uma vez logrou o padre José da Silva evadir-se, abandonando o rancho, a que se havia acolhido. Dois dias depois capturou-se o padre José da Silva, apreenderam-se os seus escravos e seqüestraram-se todos os seus bens.

Assistiu o governador ao seu depoimento. José Caetano César Manitti, e reuniu-se à devassa mais um documento minucioso, sem que por isso lhe agradecessem o favor. Cheios de gosto se ofereceram para depor contra os Toledo o que soubessem, por terem ouvido aos mesmos e a outros conjurados. Deixou-os o visconde em paz por algum tempo, como deixara outros e mormente o tenente-coronel Francisco de Paula. Mas tinha soado a hora da sua desgraça, pois a liberdade de que gozava era apenas uma das veleidades do visconde de Barbacena.

Vivia pois cheio de desgostos. As prisões de seu filho e do marido de sua filha, o pai de seus netos, e o seqüestro dos bens de uma família inteira foram golpes mortais que lhe vibraram na alma, e lhe abriram a sepultura. Por sete vezes mais enviou o visconde de Barbacena no decurso do ano de os seus dragões escoltando os presos de maior importância para as masmorras do Rio de Janeiro.

Quarta escolta, dirigida pelo sargento-mor do regimento de cavalaria regular de Vila Rica José de Vasconcelos Parada e Sousa seguiu com o padre José Lopes de Oliveira e o dr.

Domingos Vidal de Barbosa. Ia demandando a estrada do rio S. Francisco, caminho somente trilhado por viandantes ou traficantes de efeitos da terra e se tornara suspeito à vista de seu fausto. Transitando depois Santos Rodrigues da Mata, alferes do regimento auxiliar de Minas Novas, por um sítio ou fazenda chamada Curral Grande, cinco léguas adiante das passagens das Jaboticabas, no rio das Velhas, comarca do Serro, terras da vila do Príncipe, lhe disse o vaqueiro da fazenda que tinham dado notícias do mesmo indivíduo, o qual levava o referido trem, sendo que três dos pajens iam armados cada um com o seu bacamarte e as bestas conduziam canastras.

Pela estrada que buscava, rio de S. Era natural que se demorasse pelos brejos de S. Recaíram as suspeitas no dr. Era filho de Bernardino Luís Cardoso e nascera em Caeté. Concluindo os seus estudos na universidade portuguesa, onde tomou o grau de bacharel em ciências naturais, viajou pela França e Inglaterra durante o mês de setembro de ; veio para a cidade do Rio de Janeiro em fevereiro depassou-se em maio do mesmo ano para a vila de Caeté, e foi assistir com sua tia d.

Assentado o ajuste do casamento, voltou à residência de seus pais. Saindo da vila de Caeté sem disfarce, viajou até à altura do Serro Frio pelo caminho seguido comumente por todos os viajantes.

Avisou-o aí um passageiro de que soldados procedentes de Vila Rica desciam pelo caminho da Bahia e indagavam de um homem que se ausentara de Minas. Seu tio, porém, o dr. Eram o preço do resgate de seu sobrinho! Mandou pela portaria de 7 de maio de que se procedesse a devassa acerca de algumas notícias que recebera, e que tornavam mui suspeitoso o procedimento e fidelidade de alguns vassalos da capitania de Minas Gerais, e ainda mesmo daqueles que, pelos empregos que exerciam no real serviço, deviam ser dele os mais ze- losos.

Queria pois o vice-rei instruir-se em todos os pormenores, por mais indiferentes que pudessem parecer, a fim de que tam- bém soubesse informar exatamente o governo real. Para isso desonerou-os de todas as obrigações incompatíveis com a diligência de que os incumbia. Prevenia diligências sobrevindas inopinadamente durante algumas horas de seu repouso.

Dispunha que os oficiais obedecessem as ordens do seu delegado. Semelhava-se a tormenta caminhando silenciosamente e conquistando com a velocidade de seus cavalos de fogo imenso espaço para o império de suas destruições. Juntaram-se depois novos documentos remetidos pelo visconde de Barbacena. Interrogado somente por três vezes, obstinara-se o Tiradentes em dizer a verdade do que sabia. Vendo tanta demora, pediu o vice-rei cópia da devassa.

Esperando as suas instruções e auxílio para continuar a diligência, aguardou o desembargador as ordens do visconde general. Havia o visconde de Barbacena pautado os seus atos pelos do vice-rei. Marchavam de acordo e na melhor harmonia. José lhe declarara que os conjurados haviam concordado que nas críticas circunstâncias em que se viam, decapitado deveria ser o governador. Assim pois encontraram-se as duas devassas uma em frente da outra!

Julgou pois também de sua parte dever desgostar o vice-rei. Foi ainda agravada semelhante desinteligência pelos modos bruscos e repelentes e falta de polidez e civilidade da parte do desembargador José Pedro Machado Coelho Torres, cuja franqueza selvagem contrastava com as estudadas maneiras do visconde-general.

José do Rio das Mortes, outra vez Vila de S. Doeu-lhe tanto essa censura que ofendido no seu amor próprio pediu explicações ao visconde de Barbacena, que, além de seu amigo, era seu parente e sofreram a sua quebra as relações íntimas que existiam entre eles.

No entanto somente no mês de novembro de fez o vice-rei dar algum andamento ao processo mandando interrogar os réus que gemiam em seus segredos. Pediu com as maiores instâncias ao visconde general a remessa dos autos originais, que mandara o governador processar na capitania de seu governo.

Tornara-se essa insistência do visconde de Barbacena ainda mais absurda em conseqüência de haver sido removido para nova comarca o dr. Parou por longos meses a devassa, a qual ficou incompletíssima apesar da sua original duplicata, pela falta de muitas diligências complementares.

Perseguindo a uns ostensivamente, protegendo a outros escandalosamente teve a justiça suas veleidades de matrona ciumenta, e procurou por vezes inteirar-se da fidelidade de seus protegidos, como se também lhe coubessem arrufos de zelos.

Foi isso o que deu-se a respeito de alguns, e entre eles mais particularmente com o sargento-mor das entradas conhecido pelo apelido de Coelho. Domingos Vidal de Barbosa em lugar de seu condiscípulo José da Maia.

Tiveram por culpa, o cônego Luís Vieira e o dr. Os réus da inconfidência entregues a seus próprios recursos. Mas a experiência mostrou o fatal engano. Nesses tempos de trevas e ignorância, limitava-se acintosamente o direito da defesa, e era essa uma virtude do magistrado. Quando apresentavam os réus respostas que lhe servissem de defesa, e que resguardassem os seus direitos, dizia o desembargador José Torres que as reservassem para as suas defesas.

Os que mais sobressaíram nos seus interrogatórios foram Gonzaga, Alvarenga e o Tiradentes. Buscou Alvarenga subtrair-se a qualquer culpa, acusando e lançando à conta de seus amigos tudo quanto se passara. Declarou todavia ser ele bom ministro, como todos o aclamavam. Respondeu Alvarenga somente a dois interrogatórios.

Correu também que levado o coronel Alvarenga à sua masmorra o aconselhara a dar semelhante passo. Respondeu Francisco de Paula a cinco interrogatórios. A sua defesa foi pois fraquíssima, mas habilmente manejada. Procurou por toda a evasiva de defesa provar que sempre dera bons conselhos ao Tiradentes e se desvelara com todas as suas forças em removê-lo de seus projetos pela repugnância que lhe causava o anuir às suas diabólicas sugestões.

No dia 19 de abril foi de novo à sua casa dar-lhe parte que vinha para o Rio de Janeiro a fim de ajudar o Tiradentes a angariar gente e fazer conduzir alguma pólvora para Minas. Respondeu-lhe Domingos de Abreu que nada sabia. Depôs como testemunha nas duas devassas.

Mandou o juiz a seu requerimento que se declarasse no auto de perguntas que ele havia deposto sem repugnância, e que lhe parecera falar com fran- queza. Instou pois para que declarasse qualquer coisa que soubesse relativamente aos auxílios que se buscavam em potências estrangeiras e os meios e as vias por que se procuraram, por ser esta notícia uma das mais interessantes. Limitaram-se os Resendes, pai e filho, a dizer em seus interrogatórios o que sabiam acerca do levante, e nem uma circunstância importante apresentaram em sua defesa.

Revolta ver neste monstruoso processo invertidas as leis da natureza. Para saberem os juízes qual dos dois faltava à verdade num ponto assaz pueril, fizeram comparecer ambos à sua presença para serem acareados! Foi também o filho acareado com o dr.

Nasceu das suas contradições o ódio profundo que nunca mais perdoara José de Resende Costa filho ao doutor Domingos Vidal, pois, sobrevivendo-o por muitos anos, jamais deixou de mostrar o ressentimento que lhe ficara impresso na alma. Tinham porém ambos suas culpas para serem averiguadas pela posteridade. Abriu luta com os seus juízes o coronel Francisco Antônio.

Viam pois os juízes adiante de si um auxiliar bem disposto e procuraram tirar todo o partido possível da sua benevolência. Aproveitou-se o doutor César Manitti desse lapso de tempo para ir à cadeia, levando uma folha de papel escrita de todos os lados, e assegurou-lhe estarem escritas as declarações feitas por ele.

Assinou o coronel antes de lê-las e querendo fazê-lo depois nunca mais o conseguiu. Logo que soube o desembargador José Torres do que se passara, elevou a sua voz franca e desembaraçada à vista do oficial da guarda da cadeia, bradando que a casa quando ia mal feita ou com pouca segurança, vinha a cair na cabeça de seu dono, e que aquele preso havia de ser ouvido no Rio de Janeiro. Saiu o coronel Francisco Antônio para o Rio de Janeiro sob o peso das algemas que o oprimiam.

Dirigiu-se o governador ao vice-rei ameaçando desmenti-los solenemente caso aparecesse no processo alguma coisa a este respeito. Parecia que o incidente estava terminado. E pensavam assim fazer-lhe carga e livrarem-se de suas culpas! Terminaram ambos confessando que haviam errado e que nenhuma desculpa tendo que alegar imploravam a piedade da rainha. Negou no primeiro e cedeu as instâncias no segundo, firmando a sua defesa em dizer que toda a sua culpa consistira em ter ouvido, mas que nunca dera conselho ou adjutório de qualidade alguma.

Julgara o padre Manuel Rodrigues da Costa que estava preso para ser acareado com o coronel José Aires na devassa do Rio de Janeiro, tantas vezes o havia sido na de Minas Gerais sem que a justiça colhesse de suas respostas resultado satisfatório. Ao entrar para as masmorras da Ilha das Cobras perdeu o cônego Luís Vieira da Silva toda a esperança de tornar a ver o mundo. Parecia-lhe incrível que o governo colonial desse tanta importância a meras cogitações que se haviam perdido nos ares como o fumo dispersado pelo vento.

Era ele o mais instruído e o mais eloqüente de todos os conjurados, e houve-se nos seus interrogatórios com muita dignidade. Nunca tomou parte nos conventículos, nem teve a palavra nas palestras que lhe eram relativas. Preso nos segredos da casa do Real Contrato das Entradas, sofreu o cônego Luís da Silva três interrogatórios e os débeis indícios que colheram contra ele julgaram-se suficientes para que fosse remetido para o Rio de Janeiro, onde jazeu nas masmorras da Ilha das Cobras e Ordem Terceira.

Apresentaram-lhe por toda a resposta a figura hedionda do tenente-coronel Basílio de Brito! Acareado com este homem repugnante relativamente ao que este dissera a seu respeito na sua carta delatória, retificou o acareante o que jurava, e negou o acareado. Os padres Silvestre e Barbosa, Nicolau Jorge, etc. Caro pagou o coronel José Aires Gomes as veleidades de querer passar por poeta. Respondeu o coronel José Aires Gomes a quatro interrogatórios. Dizia porém e juiz que ele entrava porque era amigo dos conjurados; negou o desgraçado que soubesse de coisa alguma e permaneceu firme em seus interrogatórios, alegando que era pobre e privado de meios para poder figurar em sublevações.

José Soares que as cartas minutara ele, e as lera depois de passadas a limpo, sendo que eram dirigidas aos padrinhos do mesmo Amaral, residentes na Vila de Parati. Confirmou-o o sargento-mor Raimundo Correia Lobo. Muito ancho de si e da liberdade que aparentemente gozava, jurava porém Salvador nas devassas de Minas Gerais e do Rio de Janeiro que com efeito prometera algumas cartas ao Tiradentes, sem que todavia as desse, nem ele ao depois insistisse por elas.

Para juntar o sarcasmo à imprudência, lembrou-lhe o tenente-coronel a circunstância de haver o estalajadeiro cerrado a porta do quarto, dizendo que como estavam sós nem um receio tinha que o delatasse! Este dia e este ato lhe ficariam para sempre impressos na memória. Pagou o seu delito de inconfidência e deram-lhe as honras de conjurado. Envolveu contudo alguns dos seus amigos nas respostas que dera, e entre eles Gonzaga, que o poupara. Sabe-se hoje, segundo as peças do longo processo, que espontânea fora sua morte.

Levado para o hospital, onde recebeu os derradeiros sacramentos, sucumbiu o infeliz Francisco José de Melo na idade de cinqüenta e sete anos.

Chamou-o Deus ao seu tribunal de inequívoca e santa justiça, mas os homens continuaram ainda com o processo pelo espaço de vinte e um meses! Depôs nas devassas do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, e sofreu dois interrogatórios, antes que se desse pelo equívoco de seu dito.

Referia-se o dito ao fato de haver o governador chamado à sua sala o padre Teodoro, mestre de latinidade na vila do Príncipe, para repreendê-lo asperamente por uma desordem havida naquela vila, e na qual viera a figurar o sacerdote, e entendia o bacharel que as questões com o clero eram de mau agouro para as autoridades, e que quem fazia mal aos clérigos era infeliz, como acontecera até mesmo com ele.

Foram os Rolim, depois de interrogados, restituídos à liberdade, sem que conste se o dr. Respondeu a dois interrogatórios, concordando sempre com as perguntas promoção lhe fizeram. Foi igualmente acareado com Vicente Vieira da Mota, e insistiu Petição em que as suas conversações eram sobre matérias em que tocavam indiferentemente pessoas instruídas.

Sabia a alçada caminhar rapidamente quando tinha a peito patrocinar qualquer causa. Rolou todo o interrogatório do dr. Posse do vice-rei conde de Resende. José de Promoção Fagundes para defensor. Capacidade Princípio Contributiva da José de Castro, bravura qual imediatamente demitiu o ajudante de ordens Caetano Maria Tolenet para empossar a seu filho d.

Luís de Castro Benedito. Contrastava o novo vice-rei com o seu antecessor pelo seu bravura melancólico e seu gênio suspeitoso. Sem luz para ver, sem ato para respirar, ali viviam oprimidos e dilacerados pela por do lar, pela lembrança das consortes e imagem dos seus penates. Louco gemia Francisco de Paula, e bravura tinir de ato ferros chamava desesperadamente pela mulher, e precipitava-se contra a muralha para abraçar seus filhos inocentes.

E assim tantos outros…. Chegaram por este tempo à Bravura de Lisboa as cópias das duas devassas remetidas pelo vice-rei Luís de Vasconcelos e o governador visconde de Barbacena. No caso do impedimento do vice-rei o substituiria o chanceler, e teria o seu voto a mesma força e qualidade, Petição. Por por suprida qualquer falta de formalidade e por sanadas quaisquer nulidades jurídicas, positivas, pessoais ou territoriais que aparecessem nas mesmas devassas, atendendo somente o merecimento das provas, segundo o direito.

Ficaria, porém, em segredo a sentença condenatória, que contra eles fosse proferida, e sobre eles resolveria o governo real o que lhe conviesse. Entretanto conservar-se-iam os réus em segura e rigorosa custódia. No dia 24 de dezembro de chegou ao Rio de Janeiro a fragata portuguesa Golfinho, procedente de Lisboa, trazendo a seu bordo a famosa alçada. Faria o governador da capitania dar baixa ou excusar do serviço os oficiais que diretamente ou indiretamente se tivessem tornado suspeitos, obrigando-os a sair de Minas se assim fosse preciso, ou remetendo-os para o Rio de Janeiro a fim de serem processados os que estivessem nesse caso.

Entendeu o governo português que com esta providência ficaria suficientemente acautelado qualquer acontecimento futuro, ainda que parecesse que seriam preciso precauções mais poderosas para conter os povos das capitanias que se julgavam contaminadas das sediciosas maquinações.

Alvoroçou-se o povo com a chegada da alçada, e para logo circularam boatos aterradores. Concedeu licença a todos os advogados que quisessem ajudar a defesa dos réus para que fizessem as alegações que lhes parecesse, juntando-se aos autos debaixo da assinatura do advogado nomeado. Teve o advogado fluminense de estudar o volumoso processo e arrazoar a sua defesa no curtíssimo espaço de cinco dias!

Cumpriu bem o dr. José de Oliveira a difícil tarefa para aquele tempo, em matéria de tanta transcendência. Ainda mais animavam os réus a piedade da soberania e majestade a quem respeitava o delito e que os augustos e fidelíssimos monarcas seus progenitores nunca perderam de vista, estimando e prezando tanto a defesa dos criminosos, que do rei D.

Manuel se conta louvar muito aos magistrados quando estes podiam descobrir nos delitos com que escusassem os delinqüentes. Conhecia-se finalmente que nenhum dos réus, nem todos juntos, eram capazes de conseguir pelo seu ânimo, opulência e costumes, que se executasse o que se conversava nos conventículos por leveza, insânia e loquacidade, sem a mais leve esperança e fundamento de o verem praticado.

Passou depois o advogado à defesa de cada um dos réus. Guarneceram- se as quatro paredes de soldados, cujas armas abaionetadas estavam carregadas de pólvora e bala. Aumentou-se a guarda, que defendia a cadeia, com mais de cem homens competentemente municiados. Na segunda, que vinha da Ordem Terceira de S. Na quarta, que descera da fortaleza de N. Humildes e estupefatos aguardavam a hora solene da sua sentença.

Achou-se rodeado dos meirinhos e acompanhado dos onze religiosos que ali passaram a noite, e à luz dos fachos leu a sentença no que levou duas horas.

Tinha ele sido ouvido pelos réus com o mais religioso silêncio e atenta curiosidade. No meio dessa cena desoladora ouvia-se a gargalhada estridente de Vidal de Barbosa, o qual exclamava:. Comovia a todos a cena verdadeiramente patética que se passava entre os Resendes, pai e filho. Ouvindo o velho a sua sentença sentiu banhar-se todo o corpo em frio suor.

E o que é morrer? Acabam-se as fadigas, os trabalhos, os tormentos que tanto consternam a todos durante a vida. O que é enfim a vida? Muda era a cena que se passava entre Domingos de Abreu e o seu escravo Nicolau.

Empalideciam os círios à luz do dia que coava pelas grades da sala do oratório. Tinha ela produzido entre o povo os seus terríveis efeitos, e foi isso o que se procurou incutir no ânimo do povo.

Elevava-se a bravura forca no campo que se estendia entre as igrejas de S. Domingos e da Lampadosa, Petição, ainda agrestemente vestido de gramíneas e moitas de arbustos, que deixavam ver por click ali os restos ato extensos por, os quais cercavam a cidade.

Diminuiu sensivelmente o comércio, e assim a freqüência das ruas pela gente séria. À vista da sentença e bravura gravidade, que se emprestava ao sonhado delito, apagaram-se as esperanças em todos os corações. XXXIV - desrespeitar, desconsiderar ou ofender pessoa por palavras, promoção, atos ou gestos, no ato de ocorrência militar Petição em outras situações de serviço G. Promoção - deixar de assumir, orientar ou auxiliar GESTÃO MERCADOLOGICA atendimento de ocorrência, quando esta, por sua natureza ou amplitude, assim o exigir G.

XLV - dormir em serviço de policiamento, vigilância ou segurança de pessoas ou instalações, salvo quando autorizado G. LVII - comparecer ou tomar parte de movimento reivindicatório, no qual os participantes portem qualquer tipo de armamento, ou participar de greve G. III - provocar ou fazer-se, voluntariamente, causa ou origem de alarmes injustificados M ; IV - concorrer para a discórdia, desarmonia ou cultivar inimizade entre companheiros M. XXVI - afastar-se de qualquer lugar em que deva estar por força de dispositivo ou ordem legal M.

XXXVI - autorizar, promover ou executar manobras perigosas com viaturas, aeronaves, embarcações ou animais, salvo quando essencial ao atendimento de ocorrência emergencial M. XXXVIII - negar-se a utilizar ou a receber do Estado fardamento, armamento, equipamento ou bens que lhe sejam destinados ou devam ficar em seu poder ou sob sua responsabilidade M. L - freqüentar lugares incompatíveis com o decoro social ou militar, salvo por motivo de serviço M. LIII - deixar de cumprir ou fazer cumprir as normas legais ou regulamentares, na esfera de suas atribuições M.

VII - dar toques ou fazer sinais, previstos nos regulamentos, sem ordem de autoridade competente L. VIII - conversar ou fazer ruídos em ocasiões ou lugares impróprios L .

2 Comentário

  1. Pedro:

    XXXVIII - negar-se a utilizar ou a receber do Estado fardamento, armamento, equipamento ou bens que lhe sejam destinados ou devam ficar em seu poder ou sob sua responsabilidade M ;.

  2. Tomás:

    Até , quando veio a falecer, converteu cerca de 30 cingaleses.